Procurando emprego? Então, essas dicas são pra você!

Tempo de leitura: 12 minutos

Você está procurando emprego? Em meio a essa crise, está cansado de fazer entrevistas, com ou sem retorno por parte do recrutador, e nunca ser chamado? Não sabe mais o que pode ser feito ou o que está fazendo de errado? Então, essas dicas são pra você!

O que não fazer

Trabalhando há mais de 10 anos na área de Comunicação Social e, nesse meio tempo, tendo mudado para a Psicologia, consegui uma experiência com entrevistas, seja as realizando ou sendo a entrevistada, profissionalmente ou como candidata. Nesse período, consegui observar o que não fazer em uma entrevista de emprego.

Toda essa bagagem, me fez aperfeiçoar o meu talento analítico. Possuo facilidade em detectar, principalmente pelas palavras proferidas ou escritas, o que vai na personalidade de uma pessoa. Da mesma forma, aprendi a ler a linguagem corporal de cada indivíduo que passa por mim através de uma de minhas maiores qualidades: a observação.

Por tudo isso, aliando os traços fortes de personalidade às técnicas profissionais em duas áreas que, a meu ver, são complementares, ao me mudar para Foz do Iguaçu/PR, resolvi me arriscar no universo do RH, e trouxe comigo a franquia RHF Talentos. Desde então, tenho realizado processos seletivos com vários clientes e já vi de tudo um pouco do que não deve ser feito, como: pessoas que enviam currículo para uma área com a qual nunca teve contato antes; currículos com fotos nada adequadas para o que deveria ser profissional; currículos desformatados ou no corpo do e-mail; currículos sem uma ordem adequada das experiências ou até mesmo sem experiências. Tudo isso para citar apenas alguns exemplos. Então, se chegou até aqui, já sabe o que não deve fazer antes de ser chamado.

Sabe-se que tudo é importante em um processo seletivo, a começar pelo currículo. Um bom currículo indica fortes chances do candidato poder ser chamado. Portanto, é desse ponto que vou começar esse texto.

Algumas dicas relevantes

Se você está procurando um emprego, nada mais justo que compartilhar com algumas dicas relevantes que podem te ajudar, inclusive, ao longo de sua vida profissional. Seguem algumas:

1- Candidate-se somente às vagas que se adequem às suas experiências

Se você não tem experiência naquela área, para que se candidatar a ela? Fazendo isso, você só mostrará ao recrutador o quanto está desesperado atrás de um emprego, o que até pode ser compreensível, porém, nem um pouco adequado, ainda mais se você for extremamente qualificado para a área que está se candidatando.

2- Preste bem a atenção aos requisitos da vaga e avalie se possui todos eles

Não há nada pior ao recrutador do que abrir a caixa de e-mails e encontrar vários candidatos, mas quando acessa os documentos, sua decepção toma conta ao ver que nenhum deles preenche aos requisitos. Portanto, poupe o tempo deste profissional. Se a vaga exige inglês fluente, por que enviar seu CV se você possui o nível básico? Se a vaga exige experiência na área de vendas, por que enviar seu CV se você trabalhou com vendas em apenas uma única empresa, e por somente 6 meses? Pode ter a certeza de que você não será chamado, se não atender os requisitos mínimos exigidos.

3- Cuide para enviar seu currículo ao destinatário correto

Não há nada mais deselegante do que enviar seu CV para destinatários distintos e de forma que todos vejam, abertamente, que você está enviando seu currículo para várias empresas. Da mesma forma que é deselegante enviar seu CV para uma empresa e errar seu nome. Isso passará uma impressão negativa a seu respeito, mostrando que você não se importa muito com qual empresa irá trabalhar, e está desesperado por um emprego.

4- Prepare um currículo adequado

Hoje em dia não é difícil encontrar plataformas que auxiliem na elaboração de um CV adequado. Inclusive, o próprio word mais atualizado oferece modelos de currículo para serem utilizados. Em todo caso, um bom currículo deve ser escrito com um português adequado à norma culta gramatical. Além disso, deve conter seus dados básicos, principais qualificações (ou experiências) em destaque, formação acadêmica, experiência profissional (da mais recente para a mais antiga – de preferência, pelo menos, as 4 últimas).

5- Sobre a foto no currículo

Na dúvida, abstenha-se. Ou seja, na dúvida, não coloque foto no currículo, pois pode passar a impressão de que você está se vendendo pela sua imagem e não pela sua experiência. Utilize fotos no currículo somente se for solicitado. E quando utilizar, coloque uma foto profissional (tirada em estúdio fotográfico, de preferência). Não coloque selfie ou foto que possa indicar, direta ou indiretamente, sensualidade.

6- Jamais minta: nem no currículo e muito menos na entrevista

Já dizia aquela velha frase clichê: A mentira tem perna curta. Digo isso porque um bom recrutador, analítico e perspicaz como eu, ainda mais se for psicólogo, não se deixará enganar facilmente e irá avaliar pormenores, detalhes e tudo o que você não imaginar, dentro e fora do âmbito do seu currículo. E, se por um acaso, algo escape às suas percepções, você certamente será pego no dia a dia profissional, seja executando um trabalho mal feito e/ou inadequado, ou com desprazer. Não tem jeito! Por isso, diga sempre a verdade. Sempre!

Procure nos locais certos

É importante ter em mente a necessidade de buscar emprego nos locais certos. E quais seriam esses locais? Podemos começar falando sobre os sites de emprego. Estes sites costumam oferecer uma gama de oportunidades para as mais diversas áreas. Então, cadastre seu currículo em todos os sites gratuitos de emprego. E, caso você possua alguma reserva financeira, invista nos sites de emprego pagos, como a Catho, por exemplo. Nestes sites, as chances podem se ampliar para você, considerando que ainda existe uma cultura por parte das empresas de valorizar os sites de emprego pagos. O LinkedIn também é uma rede social que tem crescido absurdamente e, por mais que seu foco esteja nos cargos da área de tecnologia, é também um meio de buscar oportunidades profissionais, além de expandir seu networking.

A RHF Talentos é uma empresa reconhecida nacionalmente, e chegou em Foz do Iguaçu/PR em 2018. A empresa oferece vagas, treinamentos para empresas e candidatos, palestras, dentre outros serviços, sendo que seu forte são os processos seletivos. Então, no site da RHF Talentos, os candidatos podem cadastrar seus CVs e ampliar as suas chances de serem chamados.

Outra dica importante é você listar as principais empresas localizadas na cidade onde reside, ou próximas da cidade onde mora, nas quais seja possível você trabalhar em sua área ou na área que possui experiência. Feito isso, faça contato com o setor de RH de cada uma dessas empresas por e-mail, telefone e até pelo site. Envie seu CV por e-mail ou entregue pessoalmente nessas empresas.. Essa atitude pode fazer toda diferença quando houver necessidade de contratação por parte da empresa. Não custa tentar!

Amplie seu networking

Descubra os locais onde os profissionais da sua área costumam se reunir, seja em momentos de lazer ou para trocar figurinhas profissionais. Busque conhecer mais afundo esses profissionais, converse, faça amizades, tome café. Um bate-papo informal pode ser a chave de uma relação duradoura, seja em âmbito profissional e/ou pessoal. Além do mais, são nesses ambientes que você pode descobrir oportunidades de vagas para concorrer, possíveis indicações, dentre outras infinitas possibilidades.

Como agir durante a entrevista

Na entrevista, nada melhor do que ser você mesmo. Se você chegou até aqui, foi porque já passou pelo crivo inicial do recrutador, que já avaliou seu currículo e gostou do que viu. Porém, a batalha ainda não está ganha, você precisa provar para o recrutador que você é tudo aquilo que está no currículo, e mais um pouco. Você precisa conquistá-lo com palavras, comportamentos e ações. Em outras palavras, o recrutador vai querer saber se você possui não somente os conhecimentos apresentados no currículo, como também as habilidades e competências pertinentes à vaga que está concorrendo. Por esse motivo, te fará perguntas correspondentes ao que ele está buscando.

Portanto, não tenha medo de ser você mesmo. Responda o que souber responder, não tenha medo de dizer o que não sabe e procure saber mais sobre a empresa que está contratando. A empresa irá valorizar o candidato que também demonstrar interesse pela empresa. E jamais esqueça de algo muito importante: Você irá trabalhar na empresa que se encaixa no seu perfil e não o contrário.

No entanto, algumas dicas são valiosas para o momento da entrevista de emprego. Confira:

1- Vista-se de maneira adequada

A vestimenta diz muito sobre quem você é, por mais superficial que pareça. No que se refere ao âmbito profissional, a vestimenta formal / social, sem decotes ou detalhes desnecessários aparecendo, conta pontos importantes para o recrutador que irá te entrevistar. Se ele te olhar e não gostar do que vê, certamente isso irá influenciar todo o resto da entrevista.

2- Seja pontual

Se você não costuma ser uma pessoa pontual no seu dia a dia, procure ser, ao menos, na entrevista, pois a pontualidade indica organização. Ou seja, você conseguiu organizar toda a sua vida para chegar na hora marcada, e isso contará pontos positivos para você, inclusive para uma possível contratação.

3- Seja educado / cordial

Essa postura demonstra o quanto sabe se portar diante de outras pessoas, e como podem ser suas relações interpessoais. Ser cordial é sinônimo de uma boa convivência social.

4- Mostre que se preparou para a entrevista

É importante que você tenha realmente se preparado para essa entrevista: tendo pesquisado sobre a empresa que está contratando (sabendo dos serviços e/ou produtos que oferece, missão/visão/valores, dentre outros), e mostrar que veio preparado significa passar segurança e confiança no ato da entrevista.

5- Seja você mesmo

É válido reforçar isso mais uma vez nesse texto. Ser você mesmo implica em ser autêntico, verdadeiro em sua manifestação, desde um comportamento, olhar, até o ponto final de uma frase proferida.

6- Passe segurança

Passar segurança implica em olhar nos olhos do recrutador enquanto fala, segurar na mão dele para cumprimentar, com firmeza e prestar atenção a tudo o que está sendo dito por ele, seja em termos de orientação, comentários ou perguntas. Lembre-se: prestar atenção ao que está sendo dito implica em ter foco, concentração, empatia pelo outro e diante do outro.

Prepare-se para a entrevista

Aparentemente este texto pode estar fora de ordem, no entanto, você só reconheceria a importância deste item (e o valorizaria) depois de ter lido tudo o que consta acima. Portanto, preparar-se para a entrevista, além do que já foi pontuado antes, implica em você se autoconhecer e ter muito claro para você quais são seus pontos fortes, os seus talentos, se convencendo disso (ou acreditar nisso) e passar essa confiança para o recrutador. Dentro disso, fica fácil mostrar para quem está contratando quais são os seus valores. Uma terapia pode te ajudar a alcançar o autoconhecimento a fim de você atingir sua plenitude em termos de segurança e autoconfiança.

Exercício dos seus pontos fortes

Já parou para pensar quais são os seus pontos fortes? Quais são suas qualidades positivas que levam as pessoas a te reconhecerem por isso que você faz tão bem? Saiba que saber disso e acreditar nisso será o seu diferencial no ato da contratação (ou durante a entrevista).

1- Faça uma lista de tudo o que possui de positivo.
2- Peça para seus amigos fazerem também uma lista de 5 qualidades positivas suas, e veja se está de acordo com sua lista.
3- Reflita essas questões:
– O
 que você já é capaz de reconhecer em você?
– O que você reconhece e o outro também reconhece em você?
– O que você reconhece em você e o outro não reconhece?
– O que o outro reconhece em você e você não?

Te desejo as melhores energias nessa sua busca.

E que você volte neste site para outras finalidades mais profundas em termos de autoconhecimento, e não apenas como alguém que está procurando emprego…

Clique aqui e conheça mais dos meus trabalhos como psicóloga.

Dicas de livros para quem está procurando emprego

BUCKINGHAM, Marcus; CLIFTON, Donald O. Descubra seus pontos fortes: Um programa revolucionário que mostra como desenvolver seus talentos especiais e os das pessoas que você lidera. 1 ed. Rio de Janeiro: Sextante, 2011. 272 p.
GOLEMAN, Daniel. Foco: A atenção e seu papel fundamental para o sucesso. 1. Rio de Janeiro: Objetiva, 2014. 296 p.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *