Tolerância é a chave do bom relacionamento humano

Tempo de leitura: 3 minutos

Gostaria de iniciar esse texto afirmando que a tolerância é a chave do bom relacionamento humano. Dentro disso, te questiono: Por que as pessoas se estressam, aparentemente, sem motivo? Por que o estresse pode levar as pessoas a descontarem seu descontrole em outras pessoas as quais se ama?

Sobre a intolerância

Esse descontrole leva à intolerância. Intolerância porque falta compreensão da diferença do outro, porque ninguém é igual a ninguém. Intolerância porque existe um descompasso entre o autocontrole e o heterocontrole. Existe uma necessidade de controlar o outro para que ele possa preencher a nossa falta de autocontrole, como se fosse uma compensação.

Respeitar as diferenças

Esquecemos de quem realmente somos, quando nos tornamos intolerantes. E por que nos tornamos intolerantes? Talvez porque nos falte resgatar um pouco dos nossos valores. O que nos falta é olharmos nossa evolução através dos olhos do coração e compreender que o outro também tem um passado que o faz ser quem ele é hoje, respeitar as diferenças. Suas experiências são outras e sua forma de pensar nem sempre bate com o que acreditamos. Aí, é quando precisamos olhar para dentro de nós e revermos nossas atitudes, procurando adequá-las a cada uma das pessoas com as quais nos relacionamos, seja um amigo ou um parceiro.

Intolerância no amor

É uma pena vermos relacionamentos chegarem ao fim por intolerância no amor. É uma pena porque nunca é por causa desse único motivo..e a intolerância acaba sendo das duas partes.

Dar um tempo

O tempo é o melhor aliado do amor. Os dois acabam preferindo o tempo, que é mais cômodo, para reverem seus conceitos, ao invés de tentarem conversar e consertar juntos. Mas, quando a união não ajuda a resolver, o melhor é a distância que, apesar de doer, também ajuda a viver, pois a distração com os amigos e a distração passam a ser uma espécie de férias para aquelas pessoas que não tiveram muita “liberdade” durante o relacionamento. Não falo de vida amorosa só, falo também de amizade. Quando nos desentendemos com alguém, mas mesmo assim, ainda gostamos dela, depois de um tempo, sentimos necessidade de resgatar aquela amizade, aquele amor.

Liberdade

Quando falo de liberdade, me refiro ao que diz a psicologia: “…a evolução de um relacionamento é sempre um processo de conexão, desconexão e reconexão. As pessoas se aproximam e se afastam. Reencontram-se e separam-se novamente. E assim segue o processo. Por mais que possa ser desconfortável, não há escapatória – é a condição para que o relacionamento seja saudável (…) a verdade é que cada um precisa ficar algum tempo sem o outro” (trecho retirado de um livro de Steven Carter e Julia Sokol).

Os relacionamentos de hoje só dão certo quando a liberdade que um dá para o outro é muito bem dosada e a tolerância é sempre preservada.

Pense nisso tudo antes de discutir sem um motivo real e sem antes escutar tudo o que a outra pessoa tem a dizer.

É importante também lembrar que se você é tolerante com algo implica dizer que suporta, algo bem próximo do seu limite de aceitação, mas mesmo assim, dentro do seu limite. Isso é bem importante de ser considerado. A tolerância não ultrapassa os próprios limites e diz muito do seu respeito consigo e com o outro.

*Publicado originalmente no antigo blog Michelly Ribeiro, em 28/12/2009.

1 comentário

  1. Leonardo Silva de Oliveira

    Permaneces muito intensa, sábia, prudente, somando experiências duras, mas autênticas.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *