11 dicas para salvar seu relacionamento

Tempo de leitura: 6 minutos

Saber as 11 dicas para salvar seu relacionamento é tudo o que você quer. Certamente, você deve estar se perguntando como salvar sua relação. Não sei dizer ao certo, mas imagino que seu relacionamento possa estar desgastado, que por alguma razão o casal tenha se acomodado, e que ambos não tenham se procurado mais com tanta frequência.

Antes de continuar essa leitura, minha sugestão para você é que busque sempre em primeiro lugar o seu empoderamento, sua autonomia, elevar sua autoestima, gostar de si mesmo (a) antes de qualquer coisa. Então, se está em dia com estes itens, pode seguir adiante com a leitura desse texto.

Outro ponto a reforçar é que não adianta apenas uma pessoa estar interessada em salvar o relacionamento. Ambos precisam querer fazer dar certo. O maior erro das pessoas é forçarem a barra de uma relação, querer que ela dê certo a todo custo. Então, certifique-se de que este não é o seu caso.

As 11 dicas para salvar seu relacionamento que darei a seguir são para você que já está há um bom tempo nessa relação e busca maneiras de fazer dar certo junto ao seu parceiro (ou parceira).

É importante frisar que cada caso é um caso e não existe fórmula mágica que faça uma relação mudar do dia para a noite. O trabalho é contínuo e demanda tempo, dedicação e muita vontade. Está preparado (a)? Então, lá vai:

11 dicas para salvar seu relacionamento

Pegue um caderno que possa levar na bolsa ou no carro para conferir sempre que necessário as 11 dicas para salvar seu relacionamento:

1- Resgate a essência da relação. Você se lembra do que te fez querer essa pessoa em sua vida? Tente se lembrar do que mais fascinava os dois a quererem passar mais tempo juntos, e conversem sobre isso.
2- Reviva os momentos bons. Depois que conversarem a respeito do item 1, busquem formas de reviver aqueles momentos, dentro das possibilidades de ambos.
3- Planeje uma viagem juntos. Tirem um tempo para vocês dois e se curtam como se não houvesse amanhã.
4- Conversem sobre seus incômodos. É importante que ambos estabeleçam condutas para que, de forma madura, possam explicitar tudo o que incomoda um ao outro. Aproveitem a calmaria desses momentos de relaxamento para poderem conversar sobre suas angústias. É uma forma de se aproximarem ainda mais e se compreenderem melhor.
5- Busque sempre reforçar os pontos positivos um do outro. Muito mais do que chamar a atenção para os incômodos (que também são necessários), é importante sempre elogiar um ao outro por tudo aquilo que fez de bom e gostou. Isso tende a reforçar os comportamentos positivos que, após vários elogios e muita gratidão, serão reproduzidos com ainda mais frequência.
6- Evite brigas. Quando passamos a nos expressar mais, falando abertamente o que pensamos um para o outro, a tendência é que as brigas se dissipem. Porém, se mesmo assim, sentir que está difícil não se exaltar, peça licença ao parceiro para se retirar quando estiver nervosa (o). Acalme-se e depois discutam de maneira saudável, dialogando.
7- Tenha momentos de solidão. Para que haja espaço em sua mente e coração para viver esse relacionamento, é necessário cada um ter seu espaço preservado, momentos de solidão, individualidade a fim de que possam se reconhecer como dois inteiros dispostos a ficarem juntos por complementariedade e não por dependência ou comodidade.
8- Seja criativo. Ser criativo implica em ousar na relação, buscando sempre novidades para surpreender o parceiro, seja na cama ou no dia a dia.
9- Converse sobre sexo. Não tenha vergonha ou receios de falar sobre sexo com seu parceiro. Afinal, é com ele com quem deve aprofundar esse tema. Certo? Apimente a relação sexual brincando com as fantasias do parceiro. Pergunte com frequência sobre o que ele gosta. Mande recados esporadicamente ao longo do dia com teor sexual e dê algum presente ao parceiro referente às brincadeiras à noite.
10- Confraternize com amigos comuns. É importante que o casal possua um espaço individual, mas também é relevante para a relação que ambos tenham amigos comuns e façam confraternizações frequentes com esses amigos. Isso ajuda a fortalecer a união de vocês.
11- Tenham uma agenda comum. Por fim, e não menos importante, criem uma agenda que seja do casal, na qual possam inserir atividades comuns, como as listadas nos itens anteriores. Nessa agenda, vocês podem organizar o tempo de ambos, inserindo a rotina diária e colocando horário de lazer comum e individual, dentre outras pertinências das particularidades do casal.

Terapia de casal

A terapia de casal pode auxiliar a cumprir com essas 11 dicas para salvar seu relacionamento. Isso acontece porque o terapeuta irá trabalhar com os incômodos de ambos no que se refere à relação, com a finalidade de propiciar ferramentas capazes de colaborar com a união mais profunda dos parceiros.

Terapia de casal vale à pena? Existe uma frase da qual desconheço a autoria, mas que diz o seguinte “só é preciso uma pessoa para acabar com um casamento, mas são precisas duas para fazê-lo dar certo”. Então, a resposta para essa pergunta é SIM.

A terapia pode mostrar para ambos a importância de insistir em alguns pontos, dar uma chance para o parceiro se mostrar mais, da mesma forma que ensina ambos a encontrarem melhores maneiras de se comunicarem entre si. Às vezes, a conclusão que ambos chegam é de que estavam brigando por tão pouco, ou até por coisas não tão significativas ou importantes. Outras vezes, a conclusão pode ser sim o término da relação.

No entanto, eu reforço que se os dois querem que dê certo, não existe o que seja capaz de levar essa relação para o fim. Da mesma forma, vale muito à pena investir, em paralelo, em terapia individual, porque, muitas vezes, um dos dois (ou até ambos) precisam de fortalecimento interno, e isso se dá com terapia individual.

Liste estratégias

Sabendo de tudo o que foi abordado nesse texto e conhecendo as 11 dicas para salvar seu relacionamento, eu te proponho listar estratégias para que o comodismo não tome mais conta da relação. Faça estratégias para fortalecer essa relação para que não caia na rotina e seja cada vez melhor. O casal pode fazer isso junto ou separado, mas sempre visando o que for melhor para ambos.

Leia mais:

O que é o Amor Romântico Sadio?
Doe o Amor que você deseja para você mesmo!
A dor da separação na dependência emocional
Saiba se você está em um relacionamento codependente
Eros e Psiquê: o mito
Como o amor acontece?
Como sair de um relacionamento abusivo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *