Manipulação Midiática


Recebi um e-mail hoje, criticando a programação da Globo, a descrevendo como manipuladora. A questão é que essa discussão sobre a Globo ser manipuladora ou não, não é de hoje. Quem tiver curiosidade, principalmente, os estudantes de Jornalismo ou jornalistas de um modo geral, vejam o documentário Muito além do cidadão Kane e, para que entendam melhor, assistam o Cidadão Kane.

Mas, a questão nem é tanto essa. O e-mail citava trechos da bíblia, questionando o fato de existirem homossexuais na décima edição do BBB, e alguns conteúdos das novelas globais, que dizem respeito ao adultério, farsas, entre outras coisas. Concordo que, certas coisas, influenciam a cabeça de jovens (que, cá entre nós, nem deveriam assistir a esse tipo de coisa; e na verdade, os pais – únicos responsáveis – deveriam zelar por isso), e os adultos, capazes de responder por si próprios, ou que pelo menos deveriam, os que são ditos como normais; podem selecionar o que digerir de informação. Não é verdade?

De manipulação todos nós temos um pouco, aliás, alguém já disse uma vez que somos influenciados pelo meio e pelas pessoas, e não há maneira de modificar essa realidade. Se a Globo é manipuladora, todas as emissoras também manipulam de acordo com os seus interesses: desde os voltados para religião, até o sensacionalismo.

A começar pelos pais, todos nós devemos saber o que selecionar de conteúdo saudável e penso que a influência maior que recebemos em nossas vidas, está na nossa infância e é a que vem de nossos pais. Estou errada? E, como adultos, estes devem ter discernimento do que é certo e errado.

Quanto à intolerância aos homossexuais que vemos muito por aí, penso ser algo de alto teor preconceituoso. Todos temos o livre arbítrio para escolhermos qual caminho seguir, então, pra que julgá-los? Não critico a Globo por esta edição do BBB, porque ela se mostrou aberta, como sempre faz com os conteúdos das diversas novelas que estão ou estiveram no ar: abordam desde assuntos que estão na mídia, até coisas do cotidiano. Influenciam? Certamente que sim, mas as cabeças mais fracas. Somos manipulados? Certamente, mas de acordo com cada momento em que vivemos na vida.

Se pararmos para pensar nisso tudo ou na palavra “manipulação”, vamos longe. Então, vamos pensar na ideia “Por que não?” – Por que não permitir certas informações entrarem para nossas casas e sermos mais críticos em recebê-las?

A psicóloga Ana Beatriz Barbosa Silva, em seu livro “Mentes Perigosas – o psicopata mora ao lado”, diz que estudos realizados mostraram que o ser humano, sem nenhum problema psicológico, ou seja, “normal”, por seleção natural, já está nascendo com a consciência mental desenvolvida, ou seja, já nasce sabendo distinguir o certo do errado, possui a moral desenvolvida. E isso não é evolução?

Então, deixa essas informações entrarem em nossas vidas, porque daqui a algum tempo, saberemos perfeitamente como lidar com seres manipuladores “como a palma de nossas mãos”, sem prejuízo algum a nós próprios. Cabe a nós, apenas, desenvolvermos nossa crítica, mas aí batemos em outra tecla, de um problema remoto do Brasil: a Educação. Esta pauta, fica pra próxima!

Veja, apenas por curiosidade:

Contatos:
(12) 9749-3912 / (12) 9104-6202 / (12) 8822-6263 / (12) 8195-2908

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s