NADA ACONTECE POR ACASO


Não temos como prever o futuro. São raríssimas as pessoas que possuem este dom. Mas, de uma coisa eu tenho certeza: Nada nessa vida acontece por acaso.

E é, justamente, por ter esta certeza que procuro tirar coisas boas das ruins, por mais que tudo esteja contra, por mais que todos ousem me abalar ou deixar pior. Tudo tem uma razão, tudo tem um propósito. E esse propósito cabe somente a mim. Só eu posso descobrir qual é. Sabe por que estou dizendo tudo isso?

Porque um acidente pode acontecer e você sair ileso. Depois dele, você ficará em choque por algum tempo; dependendo da gravidade, pode ser meses, mas também pode ser durante algumas poucas, mas longas horas. E, a partir daí, você pode passar a enxergar as coisas de um jeito diferente, e por quê? Porque você soube tirar proveito daquela situação, que, de certa forma, pode ter ocorrido como uma espécie de alerta para você, que certamente, refletiu o motivo de tudo ter acontecido daquele jeito e não de uma forma pior. Essa lição é somente sua e, nessa hora, tudo o que você não quer é alguém do seu lado apontando dedos dizendo que estava errado ou uma pessoa negativa, que só piora seu estado. Tudo o que você menos quer, é alguém que diga que está errado, porque se você está errado ou não, só você poderá definir e enxergar, só você poderá concluir onde errou, só você. E, caso não chegue a alguma conclusão, a vida se encarregará de mostrar seu caminho, porque NADA É POR ACASO.

E se fosse o contrário? Se você não tivesse saído ileso do acidente? Talvez, se sobrevivesse, ainda assim serviria de aviso, de alerta, não só para você como para muitas pessoas; e então, teria que arcar com as consequências de seus próprios atos. Mas, e se você não ficasse para contar história? Iria servir de alerta para outras pessoas, mas, mesmo assim, (para quem acredita na eternidade após a morte), você iria aprender de alguma forma com esta “imprudência”. Certo?

O ponto que quero atingir com tudo isso é que se você está aí para contar história, é porque você teve uma oportunidade de mudar; mudar de alguma forma, refletir e fazer diferente. E, em um momento de tragédia ou acidente, não existe nada mais importante do que a vida humana e animal; porque a natureza também deve ser respeitada em sua plenitude. O que quero dizer é que isso tudo é o mais importante, o material e o resto são supérfluos. E ninguém deve apontar os erros da pessoa se ela está viva, prestou socorro e/ou agiu como deveria; afinal, acidentes acontecem e merecem especial atenção para uma boa reflexão. Poderia acontecer com qualquer um. Mesmo porque, os técnicos em segurança do trabalho sabem, claramente, que o significado de acidente é o conjunto de incidentes, ou seja, um conjunto de erros. Então, só cabe a pessoa que “errou” encontrar seu caminho para não passar pela mesma situação novamente, caso tenha essa oportunidade.

Agora, você deve estar se perguntando: como faço para desconsiderar uma pessoa que me ‘aponta dedos’ em um momento delicado como esse? Eu respondo que não é simples, mas, depois de um “desabafo” (merecido), você saberá driblar essa situação, caso tenha maturidade emocional para isso. Cada um age a sua maneira. O importante é não perder o equilíbrio. A calma sempre ajuda.

Contatos:
(12) 9749-3912 / (12) 9104-6202 / (12) 8822-6263 / (12) 8195-2908

Anúncios