Ser Ecoeficiente


Ser ecoeficiente é bem mais do que divulgar a ideia de ser sustentável ou promover a redução de desperdícios, mas transformar essas ideias em atitudes. Para provocar uma mudança global, é preciso agirmos localmente, e essa é uma velha e conhecida frase, que exige muito pouco de nós: apenas fazermos nossa parte.

Mas, mesmo sabendo de tudo isso, será que é possível sermos ecoeficientes em tudo? Ser ecoeficiente é fazermos tudo ou consumirmos aquilo que garanta nosso bem-estar físico e mental, ou seja, nossa qualidade de vida e isso não é possível de ser feito em sua totalidade, considerando que o que alimenta uma indústria são os excessos, o consumo. A nossa cultura está muito atrasada no sentido de pensarmos bem mais no mundo, do que somente em nós próprios.

Faz parte do “ser ecoeficiente” o consumo consciente (quando se sabe a procedência dos produtos que consumimos, bem como a quantidade necessária para nós), as pequenas gentilezas (como darmos lugar às pessoas mais necessitadas em um ônibus, por exemplo), ao produzirmos menos poluentes (andando menos de carros e mais a pé). Existem N formas de colaborarmos com a ecoeficiência no planeta, basta utilizarmos de criatividade e pesquisarmos muito bem sobre tudo o que consumimos ou o que realmente é essencial para nós, a fim de evitarmos desperdícios.

Pensar no próximo é um excelente exercício da prática da ecoeficiência, porque envolve a qualidade de vida, que não deve ser pensada apenas em uma pessoa, mas em um grupo. Um exemplo para ilustrar essa questão pode ser a situação da saúde pública, a segurança ou até mesmo, a superlotação em alguns veículos de uso coletivo. Tudo o que nos causa medo, insegurança ou mal-estar está diretamente ligado à qualidade de vida e, consequentemente, à ecoeficiência.

Podemos dizer que é muito complicado batermos insistentemente em uma mesma tecla, querendo difundir uma ideia difícil de ser aplicada. Temos que começar por nós próprios. Absorvendo primeiro a ideia, seremos capazes de difundi-la sem muitos esforços, porque o contágio sempre começa pelo exemplo e quase nunca pela teoria ou por conselhos do que seria mais eficiente ou melhor.

A ecoeficiência também pode estar relacionada com o setor administrativo de uma empresa. Esta deve guiar o empresariado a assumir sua responsabilidade com a sociedade, o motivando para ser mais competitivo, também adaptando e reeducando os sistemas produtivos existentes às necessidades do mercado e do ambiente. Muitas empresas possuem programas voltados para isso, o que não deixa de ser uma iniciativa que colabora para uma mudança de hábitos de forma saudável.

As nossas dificuldades em superar os desafios diários, que nos fazem querer consumir o desnecessário, por exemplo, podem influenciar muitos a adotarem o mesmo estilo de vida. Só temos que começar.

Contatos:
(12) 9749-3912 / (12) 9104-6202 / (12) 8822-6263 / (12) 8195-2908

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s