A vida sinaliza a mudança. É preciso estar atento aos sinais!


Às vezes, ou na maioria das vezes, é preciso saber bem o que se quer para não colocar em risco sentimentos alheios.

É preciso tomar decisões e medir os passos nos caminhos trilhados. É óbvio que não existe forma de sermos perfeitos, mas devemos ter cuidado em relação aos outros, porque eles um dia podem ser um de nós.

Devemos pensar mil vezes antes de agir; pensar no outro como alguém que um dia já fomos ou vamos ser.

Importante saber que nada é por acaso, que os destinos se cruzam constantemente e somos compostos por pessoas que já passaram por nossas vidas, nos marcaram e deixaram um pouco de si em nós.

Tudo o que sou hoje, devo a todos aqueles que me provocaram inúmeras emoções: desde as mais doces às mais tristes. Devo àqueles que me fizeram apaixonar pela vida e por eles, devo aos livros que formaram e reformaram minha visão da vida e meu conhecimento.

Hoje, sou muito melhor do que ontem e pior do que serei amanhã. Esse é um fenômeno tão natural que, de clichê, virou até letra de música.

É uma realidade que devemos festejar porque nos mostra que podemos ser melhores a cada dia, aprendermos com nossos erros e recomeçarmos do zero, porque sempre haverá uma oportunidade de ser melhor, seja na Terra ou em outra dimensão.

É preciso ser maleável, flexível e entender que estamos aqui de passagem. A vida bem como as pessoas, sempre terá algo a nos ensinar. É preciso compreender que somos seres que cometem erros, porém a consciência da necessidade de se fazer melhor e tentar o novo todo dia deve ser um imperativo em nossas vidas.

É preciso estar atento aos sinais que a vida nos dá diariamente nas pequenas coisas, gestos, atitudes e acontecimentos, porque, muitas vezes, ao ignorarmos esses sinais, estamos negligenciando oportunidades valiosas de trilharmos caminhos que nos levam ao sucesso e à felicidade.

Os sinais podem ser sentimentos, pessoas, surpresas…o segredo para melhor interpretar os sinais é seguir o que o seu coração diz…sempre!

Nesses apenas 22 anos de idade, a vida me ensinou muitas coisas, inclusive que sempre vão existir dores, sofrimentos, angústias, inveja, preconceitos, sempre de formas diferenciadas em momentos também diferentes. As coisas mudam e a gente percebe que, apesar de mudarem, os sentimentos que rodeiam a humanidade sempre serão os mesmos. O que muda é apenas o contexto.

Mas, coisas boas também renascem nos corações humanos: a felicidade, a ambição, a realização, a fraternidade, solidariedade, o amor. São inúmeros.

O legal da vida é perceber a evolução que nos move a fazer sempre diferente e a nos incomodar com o que nos mantém os mesmos.

A música abaixo se tornou meu hino. Ela diz muito sobre mim e, tenho certeza, de que sobre muita gente:

Contatos:
(12) 9749-3912 / (12) 9104-6202 / (12) 8822-6263 / (12) 8195-2908

Anúncios