Saber ouvir para compreender sem julgamentos


Às vezes, por julgarmos demais uma situação ou alguém, não prestamos atenção no que o outro sente.

Isso acontece porque, ao julgarmos, analisamos as coisas sob o nosso ponto de vista e nos esquecemos que não existe apenas um.

Temos problemas e tivemos experiências que fizeram de nós quem somos hoje. Mas, cada problema que tivemos, cada conflito pelo qual passamos e cada dor que sentimos, foi porque merecemos, porque escolhemos e, principamente, porque precisamos passar por tudo isso.

Não adianta questionar, procurar entender os motivos para nossas frustrações. Não adianta!

Precisamos entender o motivo com a aceitação daquilo que não se pode mudar. As pessoas erram porque são imperfeitas, mas possuem sentimentos e precisam ser respeitadas por isso. Se temos um limão em nossas mãos, façamos com ele uma bela de uma limonada. Os problemas deveriam unir ao invés de afastar as pessoas que realmente se amam.

Precisamos aprender a perdoar e compreender que jamais o outro vai enxergar as coisas sob a nossa ótica. Os tempos mudam, as pessoas também e, com elas, os pensamentos e os aprendizados. Erramos e sofremos porque precisamos e não adianta evitar o sofrimento pelo qual o outro precisa passar. Não adianta!

Infelizmente, muitos pais se iludem ao pensar que podem, mas não podem. Não podem, porque os filhos não são na realidade seus. Eles são apenas amigos fraternos que compartilham afinidades para, com vocês, aprenderem e vice-versa. Nessa vida, nada acontece por acaso, embora pensemos, muitas vezes, que sim. Estamos aqui de passagem e para aprender com as adversidades.

Ninguém sabe o que nos espera. Ninguém jamais saberá o dia de amanhã: então, NÃO JULGUE!

Aprenda a OUVIR O QUE O OUTRO TEM A DIZER. Ele também tem sentimentos, sofre e faz escolhas das quais se arrepende. O mundo NÃO GIRA EM TORNO DE VOCÊ. Existem milhares de pessoas lutando para sobreviver, aprendendo a viver de N formas diferentes e complicadas. Por isso, não diga que o seu problema é imenso. Não diga isso, porque nenhum fardo que você carregue será maior do que poderá suportar.

Deus conhece todas as coisas e por isso tudo acontece da forma perfeita para nós, mesmo que não enxerguemos dessa maneira. O que nos atrapalha é o egoísmo.

O egoísmo nos torna intransigentes, desumanos e cegos, porque não nos permite perceber que tudo o que o outro precisa é de um abraço ao invés de condenação. Ele certamente sabe onde errou e, se não sabe, vai perceber no momento certo. O egoísmo destrói laços e vínculos de amor fraterno.

Vamos buscar a compreensão e a paciência em quaisquer momentos aparentemente difíceis. Se existe um problema, SEMPRE HAVERÁ UMA SOLUÇÃO.

Da mesma forma que não podemos culpar o outro por nossos problemas, descontando fúrias sobre ele; não podemos nem devemos condená-lo, justamente pelo fato de desconhecermos seus sentimentos.

Você não é melhor do que ninguém e se, de alguma forma, o erro do outro te afeta, é porque você também precisa passar por isso.

E se precisa, aprenda a lidar com tudo da melhor maneira possível.

Às vezes, a vaidade nos faz cometer erros e isso tem tudo a ver com o EGOÍSMO.

Todos nós possuímos um pouco de individualismo dentro de nós e nosso desafio maior é aprender a driblá-lo.

Não procure entender o porquê de suas dificuldades, mas procure entender o motivo que levou você a passar por isso. Afinal, todos têm o que merece. Certo?

Será que você não tem que aprender a ser mais responsável?  Menos grosseiro? Mais compreensivo com os outros?

Será que você é muito vaidoso por pensar só no que os outros vão pensar de você ao invés de se preocupar com os sentimentos alheios? Ou será que é egoísta demais?

Será que estamos negligenciando aquilo que deveria ser levado a sério?

Todos nós temos um desafio aqui na Terra. Todos nós possuímos barreiras a vencer e é por esse motivo que precisamos ser mais compreensivos e tolerantes.

Infelizmente, muitas pessoas não conseguem ter um equilíbrio emocional e isso dificulta suas percepções, principalmente, quando se tem a cabeça quente. Mas, vai a dica: tente trabalhar seu emocional com a cabeça fria e liberte-se de suas vaidades e superficialidades.

A vida é muito simples, nós é que complicamos tudo. Complicado são os obstáculos que colocamos em nosso caminho, os quais chamamos de regras. As regras existem para serem quebradas. E nós deveríamos quebrar todas elas que destróem nosso amor incondicional.

Aproveite a vida que possui para enxergar sempre com olhos diferentes e sem julgamentos. Como já disse uma vez Jesus, “…quem nunca errou, que atire a primeira pedra!”.

Talvez, pelo vício de enxergarmos tudo por apenas um ângulo, achamos que tudo está perdido e, com isso, deixamos de visualizar grandes soluções.

Oração da paz
Senhor! Fazei de mim um instrumento da vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.

(oração de São Francisco de Assis)



Contatos:
(12) 9749-3912 / (12) 9104-6202 / (12) 8822-6263 / (12) 8195-2908

Anúncios