Liberdade de Expressão


Para lembrar os jornalistas que se esqueceram de seus verdadeiros objetivos sociais: as premissas básicas da profissão são educar, criar memória, provocar o poder e transformar uma realidade.

Não se intimide com quaisquer ameaças ou todo o tipo de censura. Não se intimide caso alguém insista em saber a fonte de determinada informação. Você tem o direito de preservá-la. Não se intimide por pouco. O jornalismo costuma ser considerado como o quarto poder.

Digo isso tudo para que as pessoas saibam um pouco sobre os riscos e os desafios dessa profissão, que só é exercida pela paixão e não pelo dinheiro.

Digo isso pelos desafios já vencidos pelos profissionais que compõem o quarto poder. A liberdade de imprensa e/ou expressão é um deles. Ainda, infelizmente, não podemos dizer que essa liberdade seja exercida em sua plenitude. Ainda há censura, ainda há confronto de poderes e os mais fracos sempre perdem. O pior é que isso tudo é cultural.

O dinheiro ainda comanda o universo social que deveria ser regido por interesses também sociais, como os direitos a saúde, educação e segurança. Mas, nem tudo é como deveria ser e não nasceu ainda alguém, nesse pais, que tenha o bom senso de reverter essa situação. Todos sempre acabam corrompidos.

Os jornalistas correm atrás da informação, e eles escrevem, justamente, aquilo que todos os cidadãos comuns sentem vontade de fazer ou dizer e não fazem, ou por não terem coragem, ou por não poder. Os jornalistas são a extensão da sociedade e devem agir pelo povo e para o povo, sempre com ética e com atitudes que podem servir de modelos.

Por isso, o jornalista deve cuidar de sua imagem e, mais ainda, do seu psicológico. A pressão e a responsabilidade são muito grandes.

Agora que já sabemos de tudo isso, solto um questionamento: faz sentido usurparmos esse poder com a censura? Tem lógica escondermos informações que vão beneficiar a sociedade? O verdadeiro jornalista é aquele que não mede palavras, sempre a favor da verdade e do bem comum. Um jornalista de verdade não se corrompe por pouco e não menospreza qualquer tipo de informação. Não aceita ameaças e jamais abandona seus princípios. A justiça é sempre um aliado e, por isso, ele sempre dirá não a qualquer tentativa de repressão a importantes informações.

Jornalistas, quando sofrem ameaças, em quaisquer circunstancias, sempre tendem a ser defendidos por colegas de profissão, mesmo que de veículos concorrentes. Nesse aspecto, a profissão se torna forte, o que faz com que a mídia induza a opinião publica a ser favorável ao jornalista. E não há como negar que a opinião publica sempre foi muito forte. Só ela não sabe disso. Afinal, não é ela que vota e define quem fica no poder?

Só é uma pena pensar que a massa não tenha tanta noção do poder que possui e o que pode fazer com ele.

Alguém já ouviu falar na frase “quem não deve não teme”? Com certeza! Pois então, ninguém é ameaçado se uma verdade não estiver sendo proclamada ou apontada em relação a quem ameaça, e esta a incomode. Ninguém tem a intenção de calar quem não esteja, de alguma forma, o provocando. Nossa tendência sempre foi querer, de forma consciente ou não, tirar quem nos incomoda de nosso caminho.

Os jornalistas, quase sempre, são vitimas de alguém que os esteja querendo tirar do caminho, justamente porque eles sempre estão atrás do bem estar social.

Advogados, muitas vezes, são perseguidos pelo mesmo motivo: porque ganham uma causa em favor de vitimas ou rivais de bandidos, por exemplo. No caso do jornalista, (um exemplo pode ser o caso Tim Lopes que “sabia demais”), isso se chama “queima de arquivo”.

O que será que a sociedade prefere: a verdade ou a censura? A liberdade de imprensa, que tudo tem a ver também com liberdade de expressão, ou a prisão pelo simples expressar de uma opinião?

Vale salientar aqui que censura  é sinônimo de ignorância e não tem nenhuma razão de ser,  é puro medo da verdade e da condenação que ela pode causar. Mas, o ser humano sempre buscou a verdade e, por esse motivo, quem a corrompe merece, de alguma forma, sofrer as devidas consequências.

Quando a pessoa é publica, as opiniões sobre ela são as mais diversas, e ela deve aceitar essa condição, principalmente, em caso de políticos, que estão no poder, única e exclusivamente, com a função de cumprirem suas obrigações sociais, o que não acontece com frequência.

Os políticos, de uma forma geral, deveriam se ater em gastar o dinheiro da sociedade de forma justa, ao invés de comprar brigas desnecessárias, que só fazem aumentar a revolta social. Porque ao invés de brigar ou ficarem nervosos, eles não procuram mudar de atitude para que mais estragos a imagem deles (que eles tanto prezam), não sejam causados?

Eles sofrem tanto com o dinheiro do povo, não é mesmo?

Lógico que não estamos aqui para generalizar, mas a situação é comum e conhecida em qualquer região do Brasil. Se as reclamações  em relação ao poder são as mesmas em qualquer lugar que se vá, então é sinal de que algo anda errado…

…e quem esta mais errado nessa historia: quem expressa uma opinião como forma de se revoltar com o que anda errado ou quem comete esses erros (que podem e DEVEM ser corrigidos)?

Vale a reflexão!

“Jornalismo é publicar o que alguém não quer que seja publicado; todo o resto é publicidade”. (George Orwell)

Essa  é recente: Jornalista  é demitida por dizer a verdade. Onde vamos parar com isso?
(Eu assino em baixo de tudo o que ela disse!) – Confira a seguir:

Contatos:
(12) 9749-3912 / (12) 9104-6202 / (12) 8822-6263 / (12) 8195-2908

Contato em SP:
(11) 7343-3177

Anúncios

Um comentário sobre “Liberdade de Expressão

  1. O GAZETA DE CACONDE, está sendo perseguido pelo prefeito local e tendo censura de um jornal concorrente, (ameaçam fechar o jornal ?, recolhem exemplares no comercio e residencias), justamente por ser oposição. O curioso é que, segundo informações, esse mesmo concorrente era oposição há dois anos atrás, agora vem praticando esse absurdo. Talvez, por mando de alguém, envolvido em desvio de verba destinada à educação publicado recentemente pelo Gazeta. Como jornalistas e cidadãos de bem, devemos lutar contra o jogo de interesse e a corrupção que está instalada no Brasil, recentemente eleito, o país mais corrupto do mundo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s