Mensagem de luz



Deixar ir significa desprender-se daquilo que um dia nos encantou, mesmo que não tenha permanecido por tanto tempo em nossas vidas.

Quando nos apegamos às coisas ou, mais especificamente, às pessoas, acabamos atraindo sofrimentos desnecessários a nós próprios. É claro que sofremos quando temos uma pessoa que muito amamos passando por algum tipo de tormento em que não podemos interferir, mas é exatamente nessa hora que devemos, pelo menos, tentar sermos fortes a fim de que consigamos passar vibrações positivas a quem quer que necessite delas.

Um amigo meu passa por uma situação pela qual também já passei ainda neste ano. Sua avó está internada na UTI pela segunda vez.

Toda vez que escuto essa palavra (UTI) me lembro dela. Minha avó começou a fazer hemodiálise em janeiro deste ano no Hospital Frei Galvão, em Guaratinguetá/SP. Ela passava muito mal toda vez que entrava naquela sala, com poucas enfermeiras e quase sempre sem nenhum médico para supervisionar. Fora que quando esperava sua vez de entrar, não havia uma única cadeira do lado de fora e o corredor era quente. Certos médicos (ou médica), não convém eu citar nomes aqui, a tratava como uma pessoa qualquer e sem dignidade. Tudo isso para explicar o quanto ela sofreu.

Ela passou mal duas vezes nessa sala de hemodiálise (que hoje não funciona mais no hospital por questões relacionadas a verba – espero que, caso esse problema seja resolvido, providências possam ser tomadas em relação à forma como os médicos tratam seus pacientes e à estrutura, que é tida como a melhor, mas não é o que ocorre na prática). Ela teve um AVC e foi para a UTI. Se recuperou parcialmente e, depois de algumas semanas, voltou para lá.

Ela faleceu em fevereiro, depois de quase um mês de tratamento. Gostaria de compartilhar aqui que ela sofria muito e estava pronta já para partir. Minha mãe chorava muito sua situação e ela apareceu em sonho para o meu pai pedindo para que minha mãe a deixasse ir. Ao saber disso, minha mãe mudou sua conversa com minha vó na UTI e disse a ela que tudo ficaria bem se ela se fosse, que ela podia ficar tranquila. Minutos depois, o coração dela parou.

Não é uma história triste. Eu não considero. A vida continua, jamais termina. A Terra é uma passagem, muitas vezes árdua, mas necessária para o nosso aprendizado. Nada acontece por acaso. Se passamos por alguma situação difícil, ou se certas pessoas são colocadas em nosso caminho é porque precisamos amadurecer com elas. Nós estamos evoluindo constantemente e isso independe de religião. Ninguém permanece o mesmo para sempre. Mudar é preciso, e isso acontece em nossas vidas por bem ou por mal.

Já disse diversas vezes que o sofrimento é  uma opção. Muitas vezes, o sofrimento acontece em nossas vidas, porque deixamos de enxergá-la da forma como ela realmente é. Sofremos porque não estamos preparados para  encarar certas verdades; sofremos porque nos iludimos achando que a realidade é o que enxergamos, o que nos rodeia.

Cada novo sofrimento quer nos ensinar uma nova lição. Devemos ficar atentos às pessoas que realmente nos ajudam e estão conosco, porque elas são como anjos em nossas vidas: instrumentos de Deus a nos chamar a atenção para a verdadeira felicidade, para a verdade, para o encontro conosco mesmos.

Não se preocupe com o amanhã, o depois ou as pessoas. Tão pouco se preocupe com as coisas materiais. Só levaremos daqui a essência de cada ser, de cada aventura, de cada conhecimento e aprendizado. E só nos encontraremos na vida após esta vida, com as pessoas que realmente nos amam e sempre vão nos amar e se assim o merecermos. Façamos então nossa parte. Sejamos nós mesmos nessa caminhada cotidiana, ajudemos uns aos outros, façamos nós tudo aquilo que nos faz bem. Só assim seremos capazes de viver a felicidade plena além da vida.

Lembre-se: nem sempre o que desejamos é o que é realmente melhor para nós e para os outros. Por isso, pense que, mesmo aquilo que acontece de ruim em sua vida, é o melhor para você e para todos. Porque a natureza e a vida de todo o ser vivo está em verdadeira sintonia com Deus. Nada acontece por acaso. Tudo está em seu devido lugar para que nós possamos nos adequar.

Pense nisso!

Paz e bem a todos…

Tendemos a pensar que nossos problemas são os maiores. Olhe para o lado e veja outros seres em condições piores que as suas e outros tantos que passaram por sofrimentos inigualáveis e venceram. Tudo depende de como você encara as dores que batem em sua porta. Enfrente seus sofrimentos e angústias, e você certamente vencerá.

Devemos nos lembrar de quem se foi não com tristeza, apenas com saudade e com a sensação real de que ela cumpriu sua missão. Devemos nos lembrar do legado que a pessoa que se foi nos deixou: suas conquistas, seus descendentes, suas lições de vida, suas histórias e seus amigos que insistem em apontar quão importante ela foi.

Contatos:
(12) 9749-3912 / (12) 9104-6202 / (12) 8822-6263 / (12) 8195-2908
Contato em SP:
(11) 7343-3177

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s