A Verdadeira Primavera



É como a primavera em que as flores renascem belas se preparando para o calor do verão. No outono as folhas caem das árvores e em seu término, quase não se vê flores. O inverno denuncia a morte para o colorido da natureza.

Assim é a vida. Sempre há renascimento, em todas as suas formas, fórmulas e crenças. Estamos sempre caminhando para a evolução, nada é inerte ou retrógrado. Tudo caminha, mesmo que de forma lenta, para a beleza natural da perfeição. Um caminho leve e ás vezes não muito doce, amargo, mas necessário a fim de que possamos gozar de satisfação. Cada um colhe o que plantou, por mais que pense que não mereça determinado acontecimento.

Se não consegue encontrar respostas nessa vida terrena, certamente haverá respostas em outra caminhada. Muitos têm medo de afirmar que acreditam nisso. Eu já passei por tudo o que tinha que passar e neguei apenas para me adequar a um sistema. Agora, não mais.

Em um país onde a maioria das pessoas compartilha de uma mesma religião há milênios, e ainda continua pregando em diversos canais de TV suas crenças, não vejo motivo de me calar diante daquilo que acredito. Não pretendo converter ninguém, apenas falar abertamente daquilo que muitos julgam sem conhecer verdadeiramente.

Já não consigo mais aceitar o Paraíso como sendo um lugar onde as pessoas gozam de plena felicidade sem nada fazer, sem conhecer, sem continuar aprendendo. Não vejo razão de vivermos uma vida repleta de sofrimento e muitas vezes aceitando condições as quais não gostamos, a fim de no final, mesmo que passando pelo tal “purgatório” ganhemos a tão almejada salvação, sem nada fazermos. Ficaremos olhando nos olhos de Jesus ou Deus o admirando apenas? Ficaremos uma eternidade cantando e dormindo. Mil desculpas, mas acho que morreria de tédio, se não entrasse em depressão.

O que dizer então de tudo o que passamos na Terra? Para que estudar, se não poderemos utilizar os conhecimentos depois dessa vida? Para que fazermos tantos esforços, se com a morte tudo acaba? Porque, para mim, ficar inerte e sem desenvolver tudo o que já foi conquistado é o mesmo que morrer para sempre. E eu não acredito que exista a morte.

Não consigo entender quando as pessoas insistem em ensinar a seus filhos o quanto Deus é mau. Dizem que “ele vai castigar se o desobedecermos” e etc. Oras, se Deus é bom por que ele castiga? Por mais que eu não tenha sido mãe ainda nessa vida, não consigo entender o amor de um pai ou mãe que castiga um filho. O castigo não leva a nada, já o ensinamento com bases firmes no amor sim.

Deus não castiga! Tudo o que sofremos hoje é decorrente de tudo o que fizemos no passado, de bom e de ruim, nessa ou em outra vida. Já ouviu falar na frase “colhemos o que plantamos”? Então, é exatamente essa a lei da vida: “causa e efeito”. Isso mesmo! Da física.

Não estou criticando nenhuma religião e muito menos os amigos que possuo nelas ou suas atitudes. Eu respeito e penso que todos os demais deveriam fazer o mesmo. Apenas estou aqui, em um espaço que é meu e de todos que compartilham das mesmas ideias ou não, (mas que sabem lidar bem com divergências e crescer com elas), expondo meus pensamentos e crenças.

Não consigo enxergar meu futuro em um mundo que será eternamente o mesmo: com guerras e violência. Eu acredito sim, que ele, assim como todos nós, irá evoluir se aproximando do “Paraíso”. Chegará um momento em que o sofrimento não mais será necessário, que a paz habitará o coração de todos e seremos capazes de dividir mais do que pensarmos em apenas receber.

Para mim, é tão confusa a ideia de que Deus e Jesus são as mesmas pessoas. Deus é a causa primária de todas as coisas e Jesus é um ser espiritual extremamente evoluído que cuida de nosso Planeta Terra. É nisso que acredito!

Outra coisa que para muitos parece ser absurdo e eu acredito, é que o planeta Terra é ínfimo em meio ao universo. Existem muitos outros tipos de vida em outros planetas, os quais podem ser até mais evoluídos que a Terra, mas que, devido ao nosso grau de evolução, não conseguimos alcançá-los com precisão. Recentemente, foi encontrada água em Marte. Pois então, como Jesus mesmo disse uma vez: “…há muitas moradas na casa de meu Pai” e a ciência ainda tem muito por descobrir.

E para quem tem medo dela ou sofre porque perdeu um ente querido, a vida não acaba com a morte. Aliás, como disse anteriormente, a morte não existe! Viver 100 anos, para mim, é muito pouco tempo em meio há milênios de história que a vida tem e que aprendemos na escola.

Nós já tivemos várias vidas, possuímos muitas lembranças que revivemos hoje sem saber, seja em nossos sonhos ou em situações “deja vu”, como dizem. E isso tem um motivo: resgatarmos laços com pessoas com as quais tivemos relações difíceis ou até de amor; sermos melhores em determinados assuntos ou questões com as quais temos dificuldades em lidar e aprendermos a viver em harmonia, ou seja, a sermos mais humanos.

Jesus é um modelo e exemplo que devemos seguir em nossa caminhada. Não deve ser apenas alguém que está na cruz e morto, ou apenas uma lembrança do “sacrifício” que fez por nós. Ele vive! E tudo o que ele quer é que cheguemos no patamar que ele chegou, fazendo exatamente tudo o que ele fez: caridade – “amando uns aos outros como a nós próprios”, o que significa dizer que devemos nos amar primeiro, e depois buscarmos amar nosso próximo em todos os sentidos.

Somos todos seres espirituais. Nossa alma é antiga: já nasceu e renasceu muitas vezes e renascerá quantas vezes forem necessárias. Inclusive, há uma passagem (aliás, muitas) na Bíblia que relata exatamente isso e muitos distorcem a ideia principal:

Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” (João 3:3)
Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo.” (João 3:7)

Para quem não acredita em reencarnação, faço uma pergunta: Por que uma criança, aparentemente inocente, nasce com alguma doença grave? Por que uma criança pode nascer anencéfala, por exemplo? Se Deus é bom, ele não castiga, então por que isso ocorre?

Os que não acreditam, responderão: “são mistérios” ou “Deus quis assim”. Poxa! Então, Deus é mau?

Não consigo pensar assim! Tudo é consequência de atitudes que repetimos insistentemente no passado, as quais não conseguíamos enxergar como equívoco ou por ignorância ou porque não estávamos prontos para a verdade.

Prefiro acreditar que Deus é bom e que, por ser bom, ele nos da a oportunidade de nascer de novo para consertarmos nossos erros passados em busca da felicidade. Prefiro acreditar que Deus é bom a ponto de me fazer aceitar a “morte” como uma situação de felicidade ao invés de tristeza, porque a morte, nada mais é  do que renascimento. A pessoa parte da Terra em direção à verdadeira vida, porque aqui é apenas uma passagem. Prefiro acreditar no Deus que é bom e nos permite renascer em lares com pessoas que amamos em outras vidas e perdemos e também com pessoas que também foram nossos inimigos sem lembrarmos disso, com o objetivo exclusivo de darmos amor a eles. Porque se lembrássemos, certamente, nossa chama de revolta renasceria.

Prefiro acreditar nesse Deus sereno, bom e amigo e em Jesus, irmão de caminhada, espírito que, como nós, já passou por tudo o que estamos passando; porque dessa forma, posso ser mais feliz e mais leve. Dessa forma, consigo entender que a vida não acaba na Terra, não estamos sofrendo em vão, que tudo aqui é passageiro e que a essência é o nosso verdadeiro Eu, nosso espírito.

É por tudo isso que acredito que nada nos acontece por acaso. Tudo tem um motivo, o qual podemos até desconhecer hoje, mas, certamente, quando voltarmos a ser a Essência, seremos capazes de entender – quando estivermos prontos.

Entendendo tudo isso, sei com convicção, que realmente “não cai uma folha da árvore sem que Deus queira” afinal, “tudo tem seu tempo exato de acontecer”.

Clique aqui para escutar a música “Primavera”

Acreditando em tudo isso, escuto mais minha intuição, porque sei que são espíritos amigos a me guiar, como anjos, em direção ao que é bom; seja quando conheço uma pessoa que me faz sentir bem desde o início ou quando conheço aquela que me faz sentir mal logo de cara, ou até quando sou inspirada a escrever ou a tomar determinadas atitudes. Tudo isso vai além de uma simples sintonia, é espiritual.

Poucos entenderão tudo o que estou a dizer; poucos compreenderão; poucos aceitarão, mas muitos criticarão, como vem acontecendo há séculos e podemos conferir nos livros de história. Os que acreditam em tudo isso, já foram chamados de bruxos e feiticeiros. Tudo isso porque desconhecem o verdadeiro funcionamento dessas crenças. Tudo o que desconhecemos, se não fazemos esforço por compreender, tememos e, sem pensar, acabamos por julgar. Isso é preconceito! Da mesma forma que é preconceito a homofobia, o racismo, etc. Chamo isso até de intolerância às diferenças, e isso, para mim, é involução.

Seja o que for que esteja pensando neste momento, essa sou eu e não posso me anular. Para mim, a vida é como a Primavera…

A ciência estuda (assista a tudo só se tiver tempo sobrando):

Parte 2

Parte 3

Parte 4

Se você acha tudo isso uma baboseira, não se preocupe porque ninguém tem o direito de te julgar, muito menos eu…

“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”. (Chico Xavier)

“Se eu morrer antes de você, faça-me um favor:
Chore o quanto quiser, mas não brigue comigo.
Se não quiser chorar, não chore;
Se não conseguir chorar, não se preocupe;
Se tiver vontade de rir, ria;
Se alguns amigos contarem algum fato a meu respeito, ouça e acrescente sua versão;
Se me elogiarem demais, corrija o exagero.
Se me criticarem demais, defenda-me;
Se me quiserem fazer um santo, só porque morri, mostre que eu tinha um pouco de santo, mas estava longe de ser o santo que me pintam;
Se me quiserem fazer um demônio, mostre que eu talvez tivesse um pouco de demônio, mas que a vida inteira eu tentei ser bom e amigo…
E se tiver vontade de escrever alguma coisa sobre mim, diga apenas uma frase:
-“Foi meu amigo, acreditou em mim e sempre me quis por perto!”
Aí, então derrame uma lágrima.
Eu não estarei presente para enxugá-la, mas não faz mal.
Outros amigos farão isso no meu lugar.
Gostaria de dizer para você que viva como quem sabe que vai morrer um dia, e que morra como quem soube viver direito.
Amizade só faz sentido se traz o céu para mais perto da gente, e se inaugura aqui mesmo o seu começo.
Mas, se eu morrer antes de você, acho que não vou estranhar o céu.
“Ser seu amigo, já é um pedaço dele…”

(Chico Xavier)

Contatos:
(12) 9749-3912 / (11) 7343-3177

Anúncios

Um comentário sobre “A Verdadeira Primavera

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s