Experiência é intuição


Ainda vamos cair muito para que no fim consigamos levantar;

ainda vamos chorar muito para que possamos erguer a cabeça;

ainda vamos cometer muitos deslizes até aprendermos que não vale a pena;

ainda vamos ouvir muitos sermões de pessoas que nada têm a ver conosco até entendermos que estes são desnecessários quando não se está pronto para absorver seu conteúdo;

ainda vamos errar muito até que sejamos capazes que aprender;

ainda vamos falar muitas besteiras até compreendermos que agir com a “cabeça quente” só nos traz prejuízos;

ainda vamos continuar superficialmente entendedores do sofrimento alheio até passarmos pela mesma coisa;

ainda ficaremos sem entender qualquer infortúnio até estarmos envolvidos nele.

Permaneceremos surdos para o que nossos avós têm a nos dizer, até atropelarmos suas “previsões”.

Vamos continuar com as mesmas ideias até vir algo ou alguém que irá modificá-las;

vamos continuar caminhando pelos mesmos caminhos até descobrirmos outros novos que poderão nos levar para o mesmo ou vários lugares diferentes.

Só enxergaremos a “luz no fim do túnel” se soubermos viver a vida dando um passo de cada vez, porque jamais saberemos de tudo até vivermos a experiência de cada coisa.

Julgamentos são desnecessários porque a vida nos prega peças. São desnecessários porque nunca saberemos se vamos cometer os mesmos erros de terceiros. Cada um age de acordo com as experiências que possui e de acordo com aquilo que acredita como certo e verdadeiro.

Julgamentos são desnecessários porque cada pessoa tem seus motivos; cada pessoa tem seus amigos a falarem em seus ouvidos; cada pessoa tem uma pedra no meio do caminho para tropeçar e aprender sua lição.

Não nos cabe julgar, apenas decidir pelo caminho mais curto em direção à felicidade. Isso é instintivo, porque a resposta sempre está dentro de nós. Os sofrimentos de hoje serão as experiências que tivemos um dia, amanhã. E elas nos guiarão junto à nossa intuição inteligente. A mente é rica e esperta se soubermos como bem utilizá-la.

O sofrimento é opcional porque a todo momento as pessoas que nos rodeiam nos dão sinais de quem elas realmente são a começar pela conversa que precede uma amizade ou um relacionamento; o passado, a família e suas relações humanas, tudo isso revela muito sobre cada um. Se você quer ser feliz, perceba os sinais que a vida nos da através dos comportamentos e experiências.

Como tudo na vida que exige prática, isso também precisa de uma certa dose de treinamento ocular. O corpo fala e a mente reproduz em forma de palavras tudo aquilo de que o coração está cheio.

Pense nisso e não deixe mais se levar por tão pouco. A vida é surpreendente e o passado, revelador.

Contatos:
(12) 9749-3912 / (11) 7343-3177

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s