Meu infinito particular…


Tem coisas que, se você pensar muito, acabam confundindo você. Então, é melhor nem pensar. Porém, há coisas e/ou pessoas que merecem fazer parte dessa tentativa de dar certo.

As pessoas não são objetos, mas cada um tem seus anseios e segredos íntimos, os quais muitas vezes não são divididos com ninguém. Por isso, fazem parte de tentativas inúmeras. Nós também fazemos parte de tentativas. Em alguns momentos achamos muito bom ter uma companhia, porém, nada melhor do que ter alguns momentos de solidão. E a vida oscila assim: entre o sim e o não. Não há regras para se jogar o jogo da realidade. As pessoas não são as mesmas o tempo todo. Há dias em que tudo está muito bem, e há outros em que ninguém deve dirigir uma palavra para você.

Todos têm momentos de loucura e ninguém é uma máquina capaz de se auto-programar para sorrir sempre que precisar. Somos sentimento e razão. Existem aqueles que sentem mais, e outros que pensam demais. Infelizmente, não há equilíbrio entre essas partes, pois, se houvesse, não ousaríamos nos denominar de humanos. E equilíbrio emocional nada tem a ver com tudo isso.

Oscilar entre o sim e o não e entre o querer e o não querer é muito bom. Afinal, a vida é um processo contínuo de se fazer escolhas certas e erradas…o tempo todo e toda hora. O importante é não deixar de viver histórias, participar de outras vidas, entrar em muitas outras, dividir mundos e experiências e agregar conhecimento ao seu conhecimento de mundo. A vida é feita disso: de trocas.

Ninguém tem nada a ver com sua vida para querer saber o nome da pessoa com a qual você passa seu tempo, ninguém precisa te cobrar nada, nem mesmo seu relacionamento sério. Ninguém pode ousar querer roubar você de você mesmo. Você é a única pessoa capaz de sentir sua felicidade, conhecer seus limites. E, por isso, merece mergulhar profundamente em seus momentos de encontro consigo mesmo. Nenhum Homem é uma ilha, mas todo Homem precisa de uma ilha para se refugiar de vez em quando.

A verdade? Nossas vontades nunca devem ficar condicionadas às vontades dos outros.

O segredo? Viver o momento, sempre!

Contatos:
(12) 9749-3912 / (11) 7343-3177

Anúncios