Ser Pensante


homempensanteLá, no útero materno, eu me desenvolvia. Não sabia quem eu era e nem porquê estava ali. Só sei que o amor me alimentava…e eu crescia, crescia, crescia…

De repente, me questionei: Quem sou eu? Onde estou? E, sem nada perceber diante de mim, exclamei: Não há ninguém aqui!

“Eu sou diferente”, pensei. Meu corpo pesa sobre meus pés. Minha pele revela minha dor, e meus sentimentos são retratados no olhar.

Minha alma caminha junto com meu corpo, como se a canção contasse a minha história.

Meus desejos são ocultados pela censura dos meus lábios, que insistem em se manter fechados, para não deixar transparecer meus medos.

Flutuo em meus sonhos e navego em um mar de ilusões. Vivo na escuridão dos meus anseios e na Caverna de Platão.

Contatos:
(11) 97343-3177
SKYPE: michelly.antunes.ribeiro

Anúncios