Bombardeio de emoções


sigacoracaoDevemos aprender a nos calar, ou se falamos demais; devemos, pelo menos, ter a maturidade de separar o que podemos absorver de opinião e o que temos que descartar.

A tendência, quando estamos aflitos, preocupados ou cheios de dúvidas e/ou incertezas, é de nos abrirmos para o “mundo” a fim de encontrarmos uma resposta que nos agrade. Nunca para nos deixar piores, mesmo que digamos querer encontrar verdades. Acontece que nunca são elas que nos satisfazem.

A questão é que devemos desabafar sobre um assunto apenas uma vez, com alguém de confiança. Caso contrário, estaremos sujeitos a receber um bombardeio de opiniões, muitas vezes, maldosas, capazes de nos tirar do nosso eixo e nos fazer cometer erros pelas influências que exercem sobre nós.

Mas, se necessitamos ser  ouvidos, é necessário que nos preparemos emocionalmente para a participação, muitas vezes, colaborativa do outro. Afinal, um bom ouvinte, deve também saber opinar.

Maturidade para enfrentar e selecionar ideias é a solução para a proteção contra energias negativas ou influências emocionais desnecessárias. Com ela, no fim, saberemos sentir a verdade, muito mais do que definí-la. Afinal, a verdade está em nosso coração, que está exatamente onde nos faz bem. Por isso, seguir o coração sempre foi o melhor conselho.

Se só quem está dentro da situação pode “entender”, é preciso tomar cuidado com o bombardeio de emoções, pelo qual não precisamos passar, mesmo que, de vez em quando, seja importante termos uma visão de fora (imparcial) de tudo o que nos rodeia. Mas, guardar segredos, também faz parte da felicidade.

Contatos:
(11) 97343-3177
SKYPE: michelly.antunes.ribeiro

Anúncios