Um bate papo com Zibia Gasparetto


2013-05-09 19.27.18A escritora espiritualista e médium, Zibia Gasparetto, esteve na livraria Saraiva do Shopping Center Norte nesta quinta-feira, dia 09 de maio, na capital paulista. Ela discorreu sobre o mundo espiritual e tirou algumas dúvidas dos que ali estavam presentes. Falou um pouco sobre seu mais recente livro, “Só o Amor Consegue“, autografou alguns e tirou algumas fotos.

Em um ambiente composto por famílias e adeptos das ideias que fazem parte dos mais de 40 livros psicografados pela Zibia, a conversa começou. Aos 86 anos, a autora de “Laços Eternos” e “Nada é por acaso“, alguns de seus muitos sucessos, possui uma mente serena e um ar de tranquilidade, que pôde ser transmitido para o público presente.

Ela descobriu a mediunidade por volta dos 22 anos de idade, após dois anos de casada com Aldo Luiz Gasparetto, e exatamente quando tinha pouco conhecimento aprofundado sobre a doutrina espírita. Após ter sido surpreendida por um formigamento no corpo certa noite, tendo se levantado falando com voz de homem com sotaque alemão, começou a estudar o Livro dos Espíritos com seu marido, acostumando-se a fazer a leitura do evangelho no lar. Foi dessa forma que Zibia deu início à psicografia. Sentiu uma imensa vontade de escrever e, pelos conhecimentos que o marido já tinha, colocou lápis e papel em sua frente e, em cinco anos, ela escreveu seu primeiro livro “O Amor Venceu“. Ela só descobriu a autoria no final da história, quando o espírito amigo assinou Lucius. Desde então, ele a inspira em todos os romances que escreve. Atualmente, Zibia escreve três livros por semana.

2013-05-09 21.33.21

Começou a palestra dizendo: “Nosso desafio é nos sentirmos bem conosco mesmos, equilibrando nossas energias, apesar do que possa nos atrapalhar diariamente. Nós nos deixamos influenciar o tempo todo pelos pensamentos dos espíritos vivos e desencarnados, por isso é importante encontrarmos nosso equilíbrio mental, para que possamos atrair o que é bom”. E ela continua: “Quando nos indignamos com qualquer coisa ou alguém, acabamos entrando em contato com a energia daquilo, e nos deixamos influenciar. Existem muitas coisas que nos indignam hoje em dia. A política é uma delas. Não há nada de mal nisso. Só temos que cuidar de nossas vibrações”.

Questionada sobre a mediunidade, ela afirma: “As pessoas não devem se preocupar quando começam a despertar para a mediunidade, se o que estão escrevendo ou transmitindo é seu ou de algum espírito. Essa é uma dúvida muito frequente. O que importa é o conteúdo da mensagem. Se for bom, você passa adiante; se não, apenas esqueça, ignore. Sabemos que estamos com espíritos bons não somente pelo conteúdo da mensagem transmitida, como também pela sensação. Se o conteúdo e a sensação forem bons, certamente o espírito que nos acompanha também é”.

E ela continua: “No começo, eu era incomodada por espíritos perturbadores a qualquer hora do dia; depois, fui orientada a marcar hora para psicografar. Fui estudando, e só assim me alinhei com espíritos bons”.

“As pessoas têm medo do que desconhecem, e a ignorância faz com que interpretem fatos espirituais de forma  equivocada”, finaliza.

Alguém perguntou sobre como funcionam os sonhos, e ela respondeu: “Existem sonhos relacionados a vivências espirituais, sonhos espíritas e sonhos psicológicos. Há inúmeras vertentes sobre essa questão. Os psicólogos ligados à vida espiritual, que entendem sobre o assunto, têm muito material e bagagem para trabalhar com seus pacientes. Nos desligamos do corpo, enquanto dormimos, e é nesse momento que nos ligamos ao mundo espiritual. Ficamos sujeitos até mesmo a espíritos perversos, que nos golpeam, nos batem durante a noite. É por isso que acordamos com dores no corpo, muitas vezes”, brincou ela, provocando risadas no auditório.

Ela explicou para quem quis saber o que a levou a escrever seu último romance “Só o Amor Consegue”, dizendo que foi a essência do amor incondicional, conforme consta na sinopse deste recente trabalho.

Em seguida, alguém perguntou como funciona o processo de comunicação com o Lucius, e ela respondeu: “Eu nunca sei o que o Lucius vai me contar. Quando ele falou na minha cabeça sobre o livro Onde está Teresa?, que é um romance policial, já no meio da trama, fiquei indagando como ele iria desenrolar aquela história. No dia seguinte, ele me chamou no meio da madrugada e me disse ‘não queira se meter na minha história, tentando adivinhar a sequência‘” – os presentes riram. “Já aconteceu, muitas vezes, de eu me sentir muito bem com a descrição de Lucius sobre um determinado lugar, como se eu já tivesse estado ali. E muitos leitores que me encontram, sempre com muito carinho, me descrevem a mesma sensação sobre o lugar da história dele”, finaliza.

Como o  Dia das Mães está chegando e, por ser ela, mãe de 4 filhos, alguém perguntou: “Qual o papel das mães?”

Ela respondeu: “O papel das mães é o de passar valores profundos aos filhos”.

zibiaEm seguida, todos foram orientados a formarem fila a fim de tirarem foto e receberem autógrafo da autora. Fui uma das primeiras e, quando chegou a minha vez, aproveitei para questioná-la sobre a tal Escola da Vida, que a personagem principal de seu último livro (que eu já li)  tinha criado. Quis saber se realmente existia, pois me interessei muito pelas ideias dessa escola, que, no livro, tinha o objetivo de divulgar os valores ligados à eternidade da vida e toda a essência que envolve essa filosofia. Ao que ela me respondeu: “Essa escola não existe, mas é tida como uma escola ideal pelo plano espiritual”.

Aproveitei a oportunidade para fazer outra pergunta: “Todas as histórias que Lucius conta são reais?”. Mas, para essa pergunta, não obtive respostas. Ela terminou de autografar o livro que levei, em silêncio; tiramos a foto, e dei lugar para outra pessoa. Como não obtive resposta, gravei essa pergunta para o programa semanal dela…

No caminho de casa, pensando nesse vácuo no qual ela me deixou, cheguei a uma conclusão: seus livros são romances escritos por um espírito de vasto conhecimento, que a acompanha por muitas vidas. Segundo Chico Xavier afirmou certa vez, Lucius é amigo de Zibia há muitos anos, desde o tempo em que viviam no Egito. Ainda segundo Chico, eles têm muita afinidade. Penso que Zibia é muito abençoada e merece todo o carinho que diz receber dos inúmeros fãs que cruzam seu caminho, os quais dão méritos a ela, quando na verdade deveriam agradecer ao seu amigo espiritual. No entanto, penso que o poder que as mensagens que ela transmite só tem essa força capaz de envolver muitas almas, por causa da qualidade de seu espírito, tão evoluído quanto o de Lucius, o qual está, de alguma forma, ligado ao dele. Por isso, ela é tão merecedora de todo esse carinho quanto ele.

E, minha resposta está nas entrelinhas… “…é uma escola ideal…”. Os romances dela transmitem a mensagem que cabe a cada coração que lê.

Zibia Gasparetto possui um programa de TV semanal na Web: www.almaeconscienciatv.com.br e ainda realiza trabalhos diversos em sua editora Vida e Consciência, que fica na Rua Agostinho Gomes, 2312, Ipiranga – São Paulo/SP.

Contatos:
(11) 97343-3177
SKYPE: michelly.antunes.ribeiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s