Para tocar um coração…


tocarumcoracaoVocê toca o coração de alguém quando expande o seu de forma a deixar que suas ideias transbordem junto com sua alma. Você não precisa falar muita coisa, apenas ser o que é, com toda a sensibilidade que sua condição permite.

Para tocar o coração de alguém, você precisa ter repertório, conhecimento de mundo, principalmente relacionado ao seu “público-alvo”.

Sabendo que um coração só será tocado se ele também estiver aberto a isso, você também não deve se preocupar com os resultados de sua expansão. Simplesmente viva plenamente e intensamente. Não conte com os outros para ser feliz, não desperdice palavras para convencer, e não pense em limites quando estiver lidando com coisas do coração.

Antes de tocar um coração, você precisa renovar seu espírito, afrouxar suas tensões, relaxar diante da Vida e se entregar ao autoconhecimento. Deve fazer um pacto com você mesmo de que jamais se abandonará. Caso contrário, dificilmente conquistará um coração saudável, porque você só atrai o que transmite.

Você entende que está pronto para tocar o coração de alguém, quando se sente bem com o seu próprio coração, quando está em paz com ele, quando descobre razões independentes para viver.

Não é difícil tocar um coração quando você está pronto para o amor. Quando você olha para a vida e a interpreta de uma maneira mais leve, sem pensar no peso das consequências. Você apenas sabe que as escolhas têm consequências e as aceita com serenidade e calma.

Tocar um coração é simples quando você age com simplicidade, não usa máscaras e compreende que o outro pode te ver como você realmente é e, se tiver que permanecer em sua vida, assim acontecerá por merecimento de ambos.

As pessoas se perdem quando analisam suas vidas com um olhar externo. Se perdem e fracassam, presos em suas ilusões, quando não caminham conscientes de sua real essência. As pessoas se perdem porque olham para fora e não para dentro. Não se entendem e querem entender o outro. Não se amam e juram um amor eterno a alguém que não conhecem. Se perdem porque se entregam para outra pessoa antes de se entregar a si próprio. Se perdem porque acham que entendem o amor do outro – todo bagunçado e desorientado – quando, na verdade, não sabem exatamente o que é amar.

As pessoas se perdem porque buscam respostas fora de si, mas a sabedoria se encontra nas profundezas da alma.

Contatos:
(11) 97343-3177
SKYPE: michelly.antunes.ribeiro

Anúncios