Viva bem e sem Estresse!


meditacaoA neurociência nos surpreende quando passamos a entender que tudo é ilusão. Muitas coisas não existem, ou melhor, tudo só existe em nossa Mente: o mundo é silencioso e as cores são irreais…

Realmente, somos o reflexo de tudo aquilo que pensamos, porque o pensamento provoca a ativação de alguns hormônios responsáveis pela sensação de felicidade ou tristeza. E se for negativo, pode até provocar doenças como a depressão, por exemplo. E estou falando justamente do cortisol (sua ausência ou escassez é fator determinante do nível de estresse), testosterona, adrenalina, estrogênio, entre outros.

Sem perder tempo com explicações detalhadas, mas focando apenas no que é importante para o conhecimento público, a dopamina é um hormônio liberado por neurotransmissores em nosso organismo, responsável pelo controle de movimentos, aprendizado, humor, emoções, cognição, sono e memória. A desregulação da mesma pode provocar transtornos. Sabemos também que o indivíduo, quando está deprimido, possui uma redução na produção de Serotonina – hormônio do prazer – e é justamente ele que é regularizado em medicamentos para a depressão. Explicação simplista, porém, faz parte do contexto e fica como curiosidade.

Nossos pensamentos produzem sensações variadas, as quais são ativadas por esses chamados neurotransmissores. Se algo negativo nos atinge, como consequência, irá atingir todo o nosso sistema imunológico, causando inúmeros distúrbios, além dos psíquicos. E, para quem não sabe, a saúde tem um significado muito mais amplo do que o que nos é tangível no que diz respeito à medicação de doenças, o que é facilmente explicado por todo esse processo interno que ocorre no corpo de todo ser humano. O psicológico afeta o físico, por isso, saúde significa bem estar físico e emocional, o que equivale à qualidade de vida.

Segundo a OMS (1948), “saúde é um estado físico, mental e social; não tendo relação com a ausência ou presença de doenças ou enfermidades”. A saúde que vemos hoje trabalha com as doenças ao invés de lidar com sua prevenção. E isso abre parêntese para outra questão: a política / dinheiro / indústria dos remédios, e por aí vai.

A sociedade está em um momento em que o estresse, e, como consequência, a depressão, provocada pela exaustão do indivíduo, dentro de um processo contínuo – transformado em crônico – de pensamentos negativos, sentimentos ruins, isolamento, entre outros, passaram a ser traços marcantes da contemporaneidade, em que as pessoas não trabalham para sobreviver, mas vivem para trabalhar. Pecam pelo excesso de atividades e se esquecem do equilíbrio interno. Augusto Cury chama isso de SPA (Síndrome do Pensamento Acelerado), que também afeta a memória do indivíduo, que acumula funções se esquecendo, principalmente, de dar espaço para aquele chamado “ócio criativo”, um momento único de relaxamento e interiorização.

A solução pode parecer bem mais fácil da teoria do que na prática. Mas, se praticada, surte efeitos, talvez não imediatos, mas de forma progressiva. Tudo depende de se trabalhar uma atenção plena, que favorecerá a alteração de consciência. Isso se alcança por meio da meditação, Yoga, dança, atividade física. Falta o equilíbrio para o indivíduo emocionalmente descontrolado, depressivo, estressado, e o trabalho de concentração ajuda na regularização da pressão arterial, melhorando a circulação e, como consequência, facilitando o controle das emoções por meio dos pensamentos.neurociencia

Uma solução mais concreta e cômoda e que já foi comprovada cientificamente é o consumo de chocolate para reduzir o estresse. Porém, é preciso lembrar que é uma medida de resultado imediato, e não duradouro, da mesma forma como os medicamentos ansiolíticos. Para melhorar o estresse e a depressão, é preciso trabalhar o contexto. E o mais eficaz é a percepção psicológica do meio presente no problema aparente encontrado pelo indivíduo em conflito consigo mesmo.

Todos os distúrbios de ansiedade e depressão são precedidos por crises crônicas de estresse. O sentimento de presença (viver o momento / atenção) ajuda na melhora da saúde emocional e física.

É válido lembrar que o estresse nem sempre é negativo. É importante para a evolução biológica da espécie. Ele gera uma tensão criativa capaz de levar uma pessoa de onde está para onde quer muito ir. O estresse bom é o agudo. Este é submetido a uma exigência, porém, com alívio imediato, porque é produtivo. Quando o estresse se torna crônico, por não ser interrompido, já é patológico, com relação ao físico ou psicológico da pessoa: quando ela pensa demais em algo que causa medo (a resposta fisiológica é sempre a mesma).

Portanto, faz-se necessária a consciência de que o pensamento, o corpo e o comportamento estão completamente interligados. Este último porque reproduz o que vai na mente. Parafraseando o título do livro de Pierre Weil e Roland Tompakow, “o corpo fala“. Pensamentos negativos automáticos podem fadigar o corpo e vice-versa.

A psicologia mostra que precisamos mudar nossos estados mentais para sairmos de nossos conflitos. Em outras palavras, precisamos buscar um algo a mais que nos desperte as emoções de forma positiva – em um hobby ou em uma atividade prazerosa qualquer –  a fim de não nos afundarmos no abismo da negatividade e da escuridão. A alteração da consciência é algo mais profundo alcançado, como já foi dito, por meio da meditação, atividade física, entre outros, mas a mudança de perspectiva é algo mais prático e que pode ser trabalhado por todos, e de forma consciente.

Isso pode ser melhor ilustrado a partir das figuras de ilusão de ótica, que abre espaço – depois de uma reflexão profunda – para uma percepção mais ampla da realidade, com uma melhor visualização de soluções de inúmeros problemas.

ilusao4

Quando não estiver conseguindo visualizar uma solução, apenas mude sua perspectiva!

ilusao1

ilusao2

ilusao3

Não existe nada de completamente errado no mundo, mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia.” (Paulo Coelho)

Contatos:
(11) 97343-3177
SKYPE: michelly.antunes.ribeiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s