A Beleza que se consome…


Reconheço que a maquiagem é capaz de provocar mudanças significativas. Eu mesma abuso dela e me recuso a sair de casa sem. No entanto, não podemos fechar nossos olhos para a questão da política do consumo, que as pessoas usam como estratégia para ganhar dinheiro, vendendo ilusões, que nós, muitas vezes, compramos buscando o status daquela modelo tida como ideal.

Veja a imagem abaixo: A primeira é uma modelo famosa sem “nenhuma máscara”. A segunda é a mesma, com maquiagem. A terceira é ainda a mesma, com altos reparos do Photoshop. E a última, minhas amigas, é a dita cuja da forma como foi publicada em revistas e outdoors.

modelo

Agora, eu pergunto: o que nós compramos? É a maquiagem ou as ilusões vendidas por meio da publicidade? Essa mulher nem é real!

A obsessão por um corpo ideal é uma das principais razões do consumismo. Vende-se uma beleza que não existe, e as pessoas se esquecem de quem realmente são, ao deixarem de valorizar a sua beleza singular e capacidade de conquista, sedução, simplesmente por existir, em favor do consumo.

Tudo isso é proposital e milimetricamente calculado a fim de que o ponto fraco das mulheres seja atingido e o poder de uns poucos (donos de produtos caros) faturem bilhões a cada segundo.

Não se deixar ludibriar vai muito além de saber que isso acontece. Alguém já te falou que “a beleza é relativa” e “depende dos olhos de quem vê“? É preciso se olhar no espelho, admirar-se, gostar do que vê mesmo com as mais variadas formas fora do “padrão” e, acima de tudo, sentir-se capaz de se fazer apaixonar e atrair pessoas tão maravilhosas quanto você para a sua vida.

E, mesmo que você se valorize, não deixe de refletir quando você for comprar algo porque se sentiu atraída pela beleza de quem “desfilou” com aquele determinado produto (sendo maquiagem ou não). É bom se perguntar se você realmente precisa daquilo ou pensou em comprar porque achou bonito naquela modelo da revista ou TV. Ao comprar o necessário, no final, você acabará colaborando também com o controle das próprias finanças. Vai até sorrir muito mais no final de cada mês!

Contatos:
(11) 97343-3177
SKYPE: michelly.antunes.ribeiro

Anúncios

2 comentários sobre “A Beleza que se consome…

    1. Gostei do livro, apesar dos erros de português. Mas, como “pesquisadora” do assunto, também já tinha feito todas as leituras realizadas pela autora, conforme consta no link: https://michellyribeiro.com/leituras-realizadas/ – geralmente, eu gosto de sentir o livro também, e ficar com a sensação que ele me traz ao final de cada leitura. E este, me fez sentir mais confiante para lidar com as relações com o sexo oposto, muito embora eu já soubesse de muitas coisas.
      Gastei um dinheiro significativo para pagar por esse livro, mas nada é perdido. Me acrescentou bastante!
      O que você achou? Chegou a ler?

      Beijos.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s