Segredos compartilhados


adolescenteUma garota de 15 anos de idade me perguntou sobre como fazer para seu relacionamento amoroso dar certo para sempre.

Não quis acabar com suas esperanças, e, sem entender o motivo de ter me escolhido para dar aquela resposta, aparentemente, tão importante para ela, resolvi ser sincera:

– Não sou a pessoa mais indicada para te responder isso.

– Mas, você escreve coisas tão bonitas!

Por um momento, senti que ela estava me pedindo algo que ia muito além de uma simples experiência de vida. Pensei em minha sobrinha/afilhada, que um dia vai me perguntar a mesma coisa. Então, respondi:

– Olha, até hoje, estou descobrindo um jeito de ser e fazer alguém feliz em um relacionamento amoroso. Te disse que não sou a pessoa mais certa para te responder, porque tudo o que vivi foi muito intenso, porque eu fui completa em todos os sentidos. Talvez tenha sido mais intensa do que o outro, por isso, mais sofri do que sorri. Não sei se é capaz de me entender, mas penso que a melhor coisa que eu posso te dizer agora é que viva um dia de cada vez. Viva o que você sente hoje, dê amor, carinho, atenção. Você pode descobrir coisas incríveis simplesmente sendo você mesma! Tudo o que eu sou hoje é resultado de tudo o que vivi, do pouco das pessoas que conheci, e do muito que com elas dividi e pude passar adiante. Viva o momento sem esperar demais, porque as pessoas mudam, e você também vai mudar.

Ela me deu um sorriso. Pensei em continuar, mas ela me abraçou e disse que precisava ir, provavelmente, para se encontrar com o seu considerado “grande amor“.

Depois, fiquei pensando nessa conversa. Cheguei a uma conclusão incompleta talvez: é tão fácil falar! Na teoria, é simples pensar em viver o presente, desapegar do humano – meio material – mas, na verdade, jamais poderemos estimar o tamanho de nossa entrega. Não temos como prever nossas emoções e conflitos internos. As oscilações em nossos sentimentos demonstram movimentos que estamos fazendo rumo à maturação. Nunca estaremos prontos para qualquer nova situação. Isso também faz parte do “não esperar“.

As experiências são as únicas capazes de nos fazer mudar a rota do nosso destino, porque elas são frutos de nossas escolhas. Quando decidirmos pela nossa felicidade, aí então seremos realmente felizes, independente dos esforços que teremos que fazer. Eles serão ínfimos em comparação com nossa vontade.

Foi preciso uma pessoa dez anos mais nova se aproximar de mim para eu reforçar o que já sabia: Nada dura para sempre. Nem mesmo a dor.

Ela não me contou o que se passava com ela, mas espero, ao menos, tê-la ajudado a refletir e a entender que ela é a única responsável por seus sofrimentos e alegrias.

Contatos:
(11) 97343-3177
SKYPE: michelly.antunes.ribeiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s