Como o amor acontece


amoraconteceSerá que o amor escolhe a hora de nascer? Ou será que ele brota do nada com a função de assistir os envolvidos?  De onde vem o amor?

Penso que ele nasce sim na hora certa, mas brota do nada a partir de duas vontades que se fazem reais através de atitudes leves. Digo leves porque amar não exige sacrifícios,  apenas concessões.

O amor acontece sem hora marcada, apesar de ser na hora certa. O problema é que nunca vamos saber quando exatamente ele começa: se a partir do fogo da paixão inicial com a intensa troca de olhares, ou da construção diária do jogo da conquista.

O amor não tem pressa. Quando ele chega, não há nada que impeça sua concretização. Amar é muito mais do que estar apaixonado.  Você primeiro se apaixona por você,  se descobre com o autoconhecimento, se ama, para então amar o outro. O amor, apesar de simples, tem regras peculiares, cheias de complexidades.  Tudo o que é importante para ele, você também valoriza, mesmo que para você não tenha o mesmo valor. O que acontece é que agora passa a ter. E mesmo que você não concorde com muitas coisas, você respeita e compreende, mesmo assim. Tudo isso porque você é muito feliz com a felicidade dele.

Por isso, custa para o amor ser cultivado, porque, se não for alimentado, sua chama pode se apagar. Também é preciso haver reciprocidade para que ele seja real.

Nada é para sempre, se não formos fortes o suficiente para fazer valer a pena…
O amor exige dedicação…

Contatos:
(11) 97343-3177
SKYPE: michelly.antunes.ribeiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s